Delgatti deverá deixar hoje presídio da Papuda

O hacker Walter Delgatti Neto, acusado de roubar mensagens dos procuradores da Lava Jato, deverá deixar hoje o presídio da Papuda, onde está preso desde julho do ano passado.

Apesar de ter obtido em setembro a revogação da prisão preventiva, ele ficou preso em Brasília cumprindo pena por condenações em outros dois casos, ocorridos em 2015: falsificação de uma carteira de estudante da USP e furto de um cartão de crédito.

Ontem, a Vara de Execuções Penais de Brasília concedeu a ele o regime aberto, com a condição de usar tornozeleira eletrônica e permanecer em Araraquara (SP), sua cidade de origem.

Delgatti foi preso junto com outros comparsas em julho de 2019 na Operação Spoofing, que descobriu como usavam o Telegram para invadir celulares de diversas autoridades.

Ainda não há condenação nesse processo.

Leia mais: O fim do "Jardim do Éden" no STF: vai ficar mais difícil para os réus da Lava Jato
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 23 comentários
TOPO