Delúbio, mensaleiro e petroleiro

Os investigadores da Lava Jato contaram ao menos 14 referências a Delúbio Soares entre as anotações de Marcelo Odebrecht.

O ex-tesoureiro petista seria o operador dos negócios da construtora em Angola.

A informação é da Época.