Demita o anão

A queda de Gustavo Bebianno começou no dia seguinte à eleição de Jair Bolsonaro.

Quem garante é o anão que vive embaixo da mesa da Presidência da República e que também vazava tudo para a imprensa na época de Lula.

O anão sabe que Bebianno queria ser ministro da Justiça, mas teve de se contentar com uma Secretaria Geral esvaziada. Também sabe que Bolsonaro, desde a transição, passou a tratar o agora ex-ministro com frieza.

O governo Bolsonaro completou seu primeiro mês e já existem alguns conflitos internos no Planalto. Veja aqui!

Engana-se quem acha que Carlos Bolsonaro foi o único responsável por fritá-lo, diz o anão. Segundo ele, os generais souberam explorar a rivalidade do advogado com o filho do presidente e ainda usaram a imprensa.

Um general quatro estrelas, que ocupa importante cadeira no Palácio, não conseguia conter a felicidade pelo sucesso do plano e fez questão de cumprimentar o colega Floriano Peixoto em voz alta. “Parabéns, mande lembranças a sua esposa!”

Outros militares lotaram o gabinete da Secretaria Geral para saudar o novo ministro com abraços e tapinhas nas costas.

O anão que vive embaixo da mesa do presidente viu e ouviu tudo. E vai continuar vazando.

 

Comentários

  • Hammer -

    Generais conspiradores,os mesmos que ficaram mudos e com os rabos entre as pernas durante o governo petista e permitiram o sucateamento das forças,desde que os seus proventos estivessem garantidos

  • Márcia -

    Não deve ser nenhum da Branca de Neve, quem é o anão?

  • EWK -

    Havia um anão anta agonizando no meio do caminho. No meio do caminho... ops! Não tem mais... kkkkkk

Ler 243 comentários