ACESSE

Denúncia contra executivo da Camargo Corrêa anima investigadores

Telegram

Na semana passada, como noticiamos, a Justiça Federal de Brasília transformou em réu o empresário Luiz Roberto Ortiz Nascimento, genro do fundador da Camargo Corrêa e ex-controlador da empreiteira.

De acordo com a denúncia, entre 2009 e 2014, Nascimento subornou os executivos do Petros em troca de o fundo de pensão comprar ações do Itaú que estavam em poder da Camargo Corrêa.

Fabio Leite, na Crusoé, diz que a primeira denúncia contra o executivo animou investigadores que tocam outros inquéritos relacionados a supostos crimes praticados pela empreiteira.

Segundo um investigador, Nascimento tinha ótimas relações com o mundo político e teria atuado diretamente em acertos ilícitos.

Um dos casos envolvendo o ex-controlador da empreiteira é o suposto pagamento de propina ao ex-presidente do STJ César Asfor Rocha para enterrar a Operação Castelo de Areia.

Leia AQUI a reportagem.

Leia mais: A estratégia de Bolsonaro para chegar ao fim do mandato

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 17 comentários