Depois de Lula, Bolsonaro

Logo após o julgamento sobre campanha antecipada envolvendo Lula, o TSE deverá julgar ação de igual teor apresentada também pelo Ministério Público Eleitoral contra Jair Bolsonaro.

Em 21 de setembro, o relator do caso Bolsonaro, Napoleão Nunes, votou em favor do deputado. Em seguida, Admar Gonzaga pediu vista.

O MPE questiona a publicação no YouTube de vídeos que mostram Bolsonaro sendo recebido por simpatizantes em vários aeroportos. Um dos vídeos tem como título: “Bolsonaro 2018 Vamos juntos” e o narrador fala em “apoiar o futuro presidente”.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 7 comentários
  1. Não sou eleitor de Bolsonaro, mas compará-lo com Lula é ridículo. Lula é um criminoso condenado, mentiroso e delinquente. Bolsonaro perto dele é um santo! Aqueles que o criticam são os mesmos de sempre. São as minorias incultas, que acham que a esquerda vai lhes garantir direitos, mas não conseguem entender que preconceito não se combate com decreto. Se combate com economia forte, inflação baixa, emprego, salário digno, educação, saúde, segurança e transporte. Essas coisas simples das quais o povo brasileiro foi privado ao longo de 13 anos de corrupção e incompetência do PT. Falta de educação/grosseria é uma coisa. Roubalheira, crime, corrupção é outra bem diferente…

  2. acho que falta trabalho pro MPF não é possível que um jurista serio assine um processo baseado em video de youtube gravado por terceiros sem qualquer participação do acusado.

  3. https://www.oantagonista.com/brasil/bolsonaro-no-tse/

    https://www.oantagonista.com/brasil/ambiguidade-da-lei-sobre-campanha-antecipada/
    “Quanto à ambiguidade, a Lei n. 9.504/1997 veda a propaganda eleitoral realizada antes de 15 de agosto do ano eleitoral que envolva ‘pedido explícito de voto’. O mesmo dispositivo, paradoxalmente, permite que o político faça antes da campanha eleitoral ‘menção à pretensa candidatura’, exalte suas ‘qualidades pessoais’, peça ‘apoio político’ e proceda à ‘divulgação da pré-candidatura, das ações políticas desenvolvidas e das que se pretende desenvolver’.”

    https://www.oantagonista.com/brasil/ministro-tse-nao-ve-campanha-antecipada-em-videos-de-bolsonaro/

    Nada mais havendo a declarar, declaro por encerrada a presente sessão. Simples assim.