Depois de ser preso, aliado de Helder Barbalho perde cargo

João Salame Neto, preso ontem na Operação Partialis, foi exonerado do cargo de diretor do Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde.

Salame já havia sido anunciado como “futuro secretário de Saúde” de Helder Barbalho, candidato ao governo do Pará — ele está no segundo turno contra Márcio Miranda (DEM).

O Brasil virou à direita. Entenda por quê AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 20 comentários
  1. Se depender do TRE, o corrupto Helder nunca será preso.Os magistrados ‘comem em suas mãos’.É assim no Brasil inteiro.Os tribunais eleitorais,incluindo o T$E,são a maior lavanderia do mundo

  2. Coitado do Povo do Para, eleger um bandido de uma família de bandidos! Mas merecem, quem conhece o Estado o quanto ele eh pobre e vai como na pobreza, eh um povo ignorante mais um no Brasil

  3. Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde. Que cargo e para o que funciona uma estrovenga dessas ?? Para administrar propinas de licitações. Corredores açougues de hospitais