Depois do "Lula está preso, babaca", Cid defende estratégia do petista

Depois do “Lula está preso, babaca”, Cid defende estratégia do petista
O atual governador do Ceará,Cid Gomes e o governador eleito, Camilo Santana falam com a imprensa após audiência com a presidente Dilma Rousseff (Antonio Cruz/Agência Brasil)

Na entrevista que concedeu ao Estadão, Cid Gomes também falou sobre as declarações de Lula de que não aceitará a progressão para o regime semiaberto e só sairá da cadeia se for inocentado de todas as acusações.

“O que ele deseja da Justiça é o reconhecimento da sua propalada inocência, autoproclamada inocência. Qualquer outra coisa que ele faça aquiescendo vai ser uma concordância tática da condenação”, disse o senador do PDT cearense. “Dentro da estratégia dele, eu acho que ele está correto.”

Questionado se acreditava na inocência de Lula, Cid Gomes afirmou que não houve “elementos de prova para justificar uma condenação.”

Nem parece o mesmo Cid Gomes que, há um ano, gritou para um militante petista: “O Lula está preso, babaca!”.

VEM AÍ A PAUTA EXPLOSIVA DO STF. Saiba mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 52 comentários
TOPO