Deputada apresenta projeto para regulamentar 'sistema híbrido' do Fundeb

A deputada Dorinha Seabra (DEM-TO) protocolou esta tarde o projeto de lei que regulamenta o novo Fundeb — leia aqui.

A proposta é necessária para definir a operacionalização do fundo, após a aprovação a promulgação da PEC nesta manhã.

No projeto, Dorinha regulamenta o chamado “sistema híbrido”, para garantir o funcionamento do modelo e que todas as redes sejam cobertas em 2021.

A PEC do Fundeb ampliou de 10% para 23% o aporte da União no fundo. O aumento será escalonado até 2026.

No sistema híbrido, a deputada prevê que os 10% continuarão sendo repassados nos moldes atuais. Os demais 13% serão distribuídos segundo novos critérios, que priorizam municípios mais pobres.

O projeto também dá um prazo de dois anos para uma nova revisão sobre os critérios de distribuição de verbas.

Também ficará para depois a revisão dos “fatores de ponderação” — o percentual que alunos de creche recebem a mais que os estudantes do ensino fundamental.

Leia mais: OS R$ 42 MILHÕES DO ADVOGADO DE BOLSONARO
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO