Deputada deixará PSL na semana que vem: "O partido está indo no sentido contrário de tudo o que pregou"

Telegram

A deputada Alê Silva disse a O Antagonista que sairá do PSL provavelmente na semana que vem.

Sentindo-se perseguida e ameaçada pela Executiva Nacional, ela decidiu não esperar expulsão ou janela partidária.

“Vou para a Justiça. Sofri ameaças, ameaças de morte. Vou me antecipar, sair por justa causa e me filiar a outro partido, que será o Podemos. Depois, vou responder na Justiça. Sei que o PSL vai querer minha vaga, mas eu vou lutar por ela e acredito que a Justiça irá me compreender. O PSL está indo no sentido contrário de tudo o que pregou e de tudo o que eu acredito.”

Para Alê, que denunciou o laranjal do PSL em Minas Gerais, não é possível prever até onde irão os conflitos internos de seu atual partido.

“A gente não tem como antecipar o fim desta história. O que temos é que eu e o grupo dos que estão ao lado do Jair vamos buscar as vias jurídicas para fazer esse divórcio sem causar maiores danos.”

Comentários

  • Karmen -

    fala que sai do partido porque este mudou a direção,,mas fica com o ,governo....tá dificil de entender,,p ela o governo n mudou de direção.... alguem precisa lhe falar, ou quem sabe desenhar.....

  • Edson -

    Vai se transformar num partido nanico

  • Marcelo -

    Até parece que é só o PSL que está indo no sentido contrário de tudo o que pregou?!

Ler 24 comentários