Deputadas querem que Eduardo perca mandato por falar em 'portadoras de vagina'

Deputadas querem que Eduardo perca mandato por falar em portadoras de vagina
Foto: Luis Macedo/Agência Câmara

Deputadas do PT, PC do B, PSOL, PSB, PDT, DEM, PSDB e do PSL apresentaram ao Conselho de Ética representação contra Eduardo Bolsonaro por quebra de decoro parlamentar.

Querem que ela perca o mandato por causa de um tuíte, de março, em que criticou deputadas de oposição que protestavam contra ataques de Eder Mauro (PSD) a Maria do Rosário (PT).

“Parece, mas não é a gaiola das loucas, são só as pessoas portadoras de vagina na CCJ sendo levadas a loucuras pelas verdades ditas pelo dep. Eder Mauro, postou Eduardo.

A representação diz que desrespeitou as parlamentares com “tom preconceituoso e misógino”.

“O nítido caráter misógino contra a dignidade das parlamentares não guardam qualquer pertinência temática com o exercício do mandato e nem encontra respaldo na garantia da imunidade parlamentar, que não o protege, ainda que dentro do recinto da Câmara e Senado”, diz a ação.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO