ACESSE

Deputado acusado de extorsão pede sigilo ao STF

Telegram

A defesa do deputado federal Laudívio Carvalho (Podemos-MG) pediu ao STF sigilo sobre uma acusação de extorsão, feita por um ex-assessor parlamentar.

Os advogados dizem querer impedir “um ‘show pirotécnico’ da imprensa” sobre o caso, e que “publicização leviana de fatos inverídicos e caluniosos geram violação à intimidade e à própria segurança [do deputado]”.

“Especialmente quando se tem discussão semelhante na ‘pauta do dia’, relativamente ao filho do presidente da República; além do fato de ser o requerente pessoa próxima à equipe de governo”, diz outro trecho do pedido.

Laudívio foi acusado pelo ex-assessor Rodrigo César Diniz Braga de exigir parte de seu salário e ameaçá-lo, caso denunciasse suposta contratação de funcionários fantasmas.

O deputado alega que o ex-assessor, “inconformado” com sua demissão, “vem distorcendo fatos, criando situações constrangedoras e registrando falsas comunicações de crime”.

Renan Calheiros: você tem 1 semana para conhecer o estratégia dele para retomar o poder em Brasília. Saiba mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 15 comentários