Deputado alvo da Pés de Barro torrou 125 mil reais do cotão com advogado

Telegram

O deputado Wilson Santiago, do PTB da Paraíba, afastado do cargo no âmbito da Operação Pés de Barro, gastou R$ 439.808,51 da cota parlamentar em 2019 — isso representa 97% do total a que ele tinha direito.

Do montante, 125 mil reais foram apenas para custear sua “consultoria jurídica”.

Santiago também usou o nosso dinheiro para pagar, por exemplo, fretamento de jatinhos, hospedagem em hotel bacana em São Paulo e inserções de matérias positivas sobre seu mandato na imprensa de seu estado.

 

Comentários

  • Ilzi -

    Festa no apê Brasil. Tudo pode. Antônio Amos escreveu.

  • marcelo -

    lavanderia e advocaciavirou isso a advocacia no brasil...lavanderia, o rachid em ação, tenta quebrar sigilo do advogado do me ajuda a te ajudar vem OAB c/ interpretação farsesca do sigilo.

  • Orlando -

    Esses políticos da Paraíba, na sua maioria, não podem ver dinheiro público que partem pra cima sem dó nem piedade. Ex-governador Coutinho é apontado como o professor dessa roubalheira toda.

Ler 20 comentários