ACESSE

Deputado bolsonarista aciona PGR contra Alexandre Frota

Telegram

O deputado Filipe Barros, da ala bolsonarista do PSL, protocolou hoje na Procuradoria-Geral da República (PGR) uma notícia-crime contra o deputado Alexandre Frota (PSDB), com base na Lei de Abuso de Autoridade.

Para Barros, Frota está usando indevidamente o poder de parlamentar e membro da CPMI das Fake News para “constranger ilegalmente os cidadãos, por motivos pessoais, egoísticos, por mero capricho, para prejudicar terceiros, ou, ainda, para benefício próprio ou alheio, ao requerer a quebra de sigilo das contas de Twitter e WhatsApp de diversos adversários políticos e cidadãos”.

No texto, o deputado do PSL afirma ainda que “a tutela penal mostra-se necessária para devolver à coletividade a segurança de somente serem abordados pelos agentes públicos após a prática de algum injusto penal e por força da prática desse ato, evitando-se as prisões arbitrárias e ilegais”.

Como O Antagonista antecipou aqui, a nova líder do PSL, Joice Hasselmann, tirou os bolsonaristas da CPMI, incluindo Barros.

Leia também: Central de espionagem no Planalto?

Comentários

  • Lucia -

    Qual a importância desse cara na política brasileira? Que projetos aprovou? Se não fosse por Bolsonaro estaria fazendo filminho pornô...

  • Eduardo -

    O fruta vai ser inocentado, ele não é autoridade de nada! Essa lei é só pra AUTORIDADES, esse aí é o côco do cavalo do bandido, menos para o antagonista é claro!

  • Teresa -

    Parece que o deputado do PSL está com muito medo da transparência, medo da quebra de sigilo dos IPs esquecendo-se que nos eleitores é que pagamos essa conta, temos o direito de saber.

Ler 25 comentários