Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Deputado bolsonarista atirou no próprio carro para forjar atentado, diz PF

Em fevereiro do ano passado, o deputado Loester Carlos Gomes disse que o carro em que viajava havia sido alvo de uma “emboscada”
Deputado bolsonarista atirou no próprio carro para forjar atentado, diz PF
Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

A Polícia Federal concluiu que o deputado federal Loester Carlos Gomes de Souza (PSL-MS) simulou ter sido vítima de um atentado ao atirar contra o próprio carro, diz a Crusoé.

Além da “comunicação falsa de crime” o parlamentar pode ser enquadrado por “porte e disparo ilegal de armas”.

Em fevereiro de 2020, o deputado disse em suas redes sociais que o carro em que viajava, num trajeto entre Campo Grande e Sidrolândia, havia sido alvo de uma “emboscada”.

Como mostramos, Trutis foi preso em novembro por porte ilegal de arma. De acordo com a PF, ele simulou o falso atentado para “capitalizar politicamente”.

Leia aqui a íntegra. Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO