Deputado da tatuagem tem candidatura indeferida

Wladimir Costa, o deputado do Solidariedade notório por aquela tatuagem com o nome de Michel Temer, teve sua candidatura ao Senado pelo Pará indeferida pela Justiça Eleitoral, registra a Folha.

O deputado tem uma condenação no TRE-PA por uso de caixa dois na eleição de 2014, e a corte eleitoral indeferiu seu nome com base na Lei da Ficha Limpa.

Costa já disse que vai recorrer ao TSE e alegou que seus adversários, como Jader Barbalho, estão “em pânico” com sua campanha.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 9 comentários