Deputado desistiu de candidatura após conversa com Maia

Capitão Augusto, do PR, desistiu de concorrer à presidência da Câmara depois de uma conversa, no último domingo, com Rodrigo Maia, candidato à reeleição.

“Minha candidatura era para apoiar o Bolsonaro, mas, com essa quantidade de candidatos, correríamos o risco de dar um tiro no pé, já que um oposicionista pode vencer em eventual segundo turno”, disse o deputado a O Antagonista, repetindo um discurso de aliados de Maia.

Capitão Augusto calculava ter em torno de 65 votos.

“Acho que, com a minha desistência, o Maia pode levar no primeiro turno. Se tiver segundo turno, vai ser uma loteria, e aí pode surgir um candidato que não seja favorável às reformas, nem à pauta de segurança do novo governo. Eu não queria ser o responsável por isso”, acrescentou.

O deputado nega que sua desistência tenha sido um pedido de Jair Bolsonaro, como corre nos corredores no Congresso.

As reais intenções de Dilma e Cuba com o programa Mais Médicos. SAIBA MAIS AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 5 comentários