ACESSE

Deputado diz que mudanças de Bolsonaro para o trânsito representam "liberou geral contra a vida"

Telegram

O deputado Rubens Bueno (Cidadania) apresentará uma série de emendas ao projeto de Jair Bolsonaro com propostas de mudanças no Código de Trânsito Brasileiro.

Entre os pontos contestados pelo parlamentar, estão a dispensa do exame toxicológico e o fim das multas para motoristas sem cadeirinha para crianças.

“De repente, vem agora um projeto do ‘liberou geral’. Esse ‘liberou geral’ é contra a vida e nós não podemos de forma alguma concordar com isso. Nunca vi tamanho absurdo. É um incentivo à morte, à violência e àqueles que cometem crimes.”

Bueno continuou, em debate na Câmara:

“Hoje, 50% dos leitos do SUS são ocupados por vítimas de acidentes de trânsito no Brasil. Elas também ocupam 60% das UTIs. Não é possível que agora se retire da legislação aquilo que ajuda a reduzir o número de vítimas no trânsito. Esse projeto vai aumentar o banho de sangue, a carnificina nas estradas do país.”

Como registramos mais cedo aqui, Rodrigo Maia disse a Andréia Sadi que a proposta de eliminar multa para motorista sem cadeirinha, pelo menos, “não tem chance de prosperar”.

Ana Paula Henkel lembra à oposição: "A eleição acabou". SAIBA TUDO

Comentários

  • Lucia -

    A cadeirinha é um artigo importante para a segurança da criança. Já a renovação da carteira de 5 em 5 anosé um despropósito.Se o cidadão cometer um número excessivo de infrações, cassa-se a carteira.

  • José -

    Esse Deputado pprecisa de Lei para se comportar! Um babaca.

  • Walter -

    o deputado tem fabrica de cadeirinhas

Ler 86 comentários