Deputado do PSL diz que Daniel Silveira lhe revelou 'hábito' de gravar conversas

Deputado do PSL diz que Daniel Silveira lhe revelou hábito de gravar conversas
Reprodução/TV Câmara/YouTube

O deputado federal Felício Laterça (PSL-RJ) contou ao Conselho de Ética da Câmara nesta quinta (15) que Daniel Silveira lhe revelou um ‘hábito’ de gravar conversas sem autorização.

“Eu fiquei próximo do deputado Daniel Silveira em janeiro de 2019, quando então fizemos uma viagem de uma comitiva de parlamentares (-eleitos) que foi a convite do governo chinês, fomos à China”, disse Laterça.

“Ele já havia me falado que ele tinha o hábito de gravar as pessoas. ‘Não, Fulano eu gravo’, e nós sabemos, quando você grava alguma conversa, seja ela qual for, conversa não autorizada, não permitida, a gente sabe qual é a finalidade”, acrescentou o deputado.

“Ele me disse que tinha gravado autoridades, sim, e dentre elas o presidente da República”.

Daniel Silveira é alvo de uma representação do PSL por ter gravado sem autorização uma reunião do partido, em outubro de 2019, e divulgado trechos à imprensa.

Em fevereiro deste ano, Laterça publicou vídeo em suas redes sociais afirmando que o próprio bolsonarista revelou que tinha o costume de gravar pessoas secretamente.

Leia também:

Daniel Silveira já admitiu o hábito de gravar conversas

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO