Deputado lança campanha contra aumento de salário de parlamentares

O deputado federal reeleito Arthur Maia, relator da reforma da Previdência, lançou um abaixo-assinado contra qualquer aumento para os congressistas.

O reajuste do Judiciário, aprovado pelo Senado, abriu caminho para o aumento dos salários dos parlamentares para a próxima legislatura.

“Neste momento de grave crise fiscal e com mais de 13 milhões de desempregados, aumentar nossos próprios salários seria uma grande irresponsabilidade e desrespeito aos brasileiros de bem”, disse Maia.

O amigo de José Dirceu na corte de Bolsonaro. Saiba mais AQUI

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Xavier disse:

    Precisamos acabar com o BURACO NEGRO que existe após a eleição! Toda vez é uma fábrica de Terror!

Ler comentários
  1. kenoneer disse:

    Esta foi a piada do dia. Foi pra se aparecer? Já teve seus 10 minutos de fama. Próximo...

  2. DE disse:

    kkkkkkkkkk sabe que não passa ,me lembra do SERGIO CABRAL, quando fingia querer moralizar o antro,ALERJ KKKKKKKK

  3. marcelo disse:

    Nada disso Arthur Maia, AUMENTO para todo mundo ! A Nação está fudida e as benesses não podem ser só para os REIS do Supremo. Quero AUMENTO na minha aposentadoria.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. JOSE disse:

    Tá parecendo mais um forma de relembrar aos companheiros do aumento do salário e não ao contrário.

  5. edson disse:

    É o efeito Bolsonaro. Chupa petistas ladrões!

  6. Maria disse:

    Parabens deputado Artur Maia. Enquanto a " turma" dos que só pensam em encher os bolsos com o dinheiro do povo, o sr merece respeito por sua iniciativa. Os outros perderam resquícios de vergonha

  7. perez disse:

    Esse Maia, NÃO é o bolo de bosta do DEM que tenta se agarrar ao cargo, filho do cesar bandido. Esse Maia,o arthur vale alguma coisa. Será que bolsonaro , o poodle, já sabe disso?

  8. Marcelo disse:

    Apoiado! Se o negócio for adiante, cumpram a palavra! Vocês são parlamentares, mas não somos parlamotários.