Deputado pede ao MEC 'fiscalização rigorosa' em escolas do MST

O deputado Jerônimo Goergen, do PP do Rio Grande do Sul, enviou um ofício ao ministro da Educação, Ricardo Vélez, sugerindo uma “fiscalização rigorosa” no currículo das escolas do MST.

“O objetivo é investigar as denúncias de doutrinação ideológica e a possível responsabilização criminal dos pais desses alunos”, diz o texto, ao qual O Antagonista teve acesso.

“É sabido que as estruturas educacionais não possuem a chancela das autoridades educacionais, tampouco seguem a grade curricular chancelada pelo MEC, portanto, não podem ser consideradas ‘escolas'”, acrescenta o parlamentar.

Em julho de 2018, O Antagonista denunciou – mas ninguém deu bola – a realização do “Primeiro Encontro Nacional das Crianças Sem Terrinha”, inclusive com a publicação de um vídeo onde as crianças entoam hinos do MST.

Comentários

  • José -

    Tenho ideia melhor: cortar os pixulekos para o grupo terrorista. Em pouquíssimo tempo não vai sobrar 1 ”escola” dessas sequer.

  • Otávio -

    Tem que fechar!! É fábrica de terroristas!! 👎👎👎👎👎👎👎

  • AMARRETA -

    O MST faz lembrar a Juventude Nazista.... doutrinação máxima ao grande louco.... só podia dar naquilo que deu............

Ler 104 comentários