Deputado propõe fim da intermediação do etanol

Mendonça Filho, que deixou o Ministério da Educação e voltou à Câmara para se candidatar em outubro, apresentou um projeto de lei que libera a venda direta do etanol hidratado das usinas para os postos de combustíveis.

“Não faz sentido a legislação brasileira obrigar intermediação das distribuidoras, que hoje detém o monopólio da compra e venda do álcool”, disse o deputado.

Segundo ele, a medida poderá representar uma redução de até 10% do preço final.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. wanderlei lima disse:

    Eis uma sugestão inteligente. Tomara vire realidade.

Ler comentários
  1. Fernando disse:

    Daí poderemos acabar com aquela conversa fiada do renovabio

  2. Luiz Polins disse:

    que faca algo pelo povo sempre, não apenas em eleições...

  3. EDER disse:

    só 10%!!!! o Álcool chega para a ANP a R$1,90 eles repassam a R$3,00!!!!

  4. NIGER disse:

    Vai abaixar bem mais do que 10%, retire-o da mistura na gasolina também e deixe o mercado livre. Primeiro com boas intenções no pu@teiro

  5. Olavo Motta de Campso disse:

    O preço da gasolina nos Estados Unidos é equivalente a R$0,90 por litro, gasolina pura sem aditivos e sem alcóol. Precisamos mudar isso e também os parlamentares brasileiros que só se manifestam depois que a casa caiu.

  6. Pedro disse:

    finalmente alguém fazendo valer o salário

  7. Indignado disse:

    Sairemos das mãos das DISTRIBUIDORAS e cairemos nas mãos dos USINEIROS... Vai vendo o que vai acontecer....

    1. Nesse caso deve haver algum tipo de regulação estatal. Ou seja, as normas do setor de combustíveis devem ser observadas.

  8. banano disse:

    Se o etanol deve passar pela Petrobrás para que seja feito controle da qualidade, então o leite, água mineral, cerveja, Sukita e a Coca-Cola também devem passar por lá, não é?

  9. Francisco E S Morás disse:

    Todos tem soluções prontas, oportunistas, depois de cada incidente... Mas enquanto está tudo bem, mamam nas tetas dos governos... Claro, o povo esquecerá, como sempre, e se iludirá com algum deles... Voltaire já dizia, a mais de 200 anos : o povo adora ser enganado!

  10. DEMOCRACIA DIRETA disse:

    Mendonça Filho nota 10 como sempre .

  11. Lizinácio Rouskeff Memer disse:

    Uma medida que possibilite uma melhora ao contribuinte? Jamais permitiremos tal acinte!

  12. Renato Insistente disse:

    10%? Ele não sabe de nada. Uns 100%!!! É o que sobe!!

  13. amazonas disse:

    A PGR tem de abrir investigação da compra de etanol de milho dos EUA que é considerado da pior qualidade. em detrimento de nossos produtores.

  14. Fernando Temer disse:

    Finalmente algo sensato.. mas claro que nunca será aprovado

  15. Samuel disse:

    Fez um bom projeto da reforma da educação e agora uma boa proposta para a redução do preço do álcool combustível.

    1. O etanol passa pelas as distribuidoras para se comprovar a qualidade e para que seja recolhidos os impostos, não estou defendendo ou acusando, tem que ser achado um jeito de resolver toda esta bagunça ....

  16. Chega de Impostos disse:

    A reivindicação é zerar PIS/Cofins da gasolina, do etanol e do diesel. Dessa forma, a população não precisa fazer conta pra entender. Nada de "desconto retroativo de alíquota desindexada". . Simplesmente Zero PIS/Cofins. E olho no preço final na bomba.

  17. Lá no estadão, hoje disse:

    Lá no Estadão - Fórum dos Leitores. No Fórum de 25/5 um leitor chama a atenção para a diferença de eficiência entre a Petrobrás, que tem 186 mil funcionários para processar 2,8 milhões de barris/dia, e uma petrolífera da Noruega que processa 2,2 milhões de barris/dia com apenas 20 mil, ou seja, o operário norueguês processa 105 barris, enquanto o brasileiro, apenas 15! A Petrobrás pode desmentir ou justificar esses números? Quanto à ameaça de greve dos petroleiros, eles podem explicar sua ineficiência, em comparação a petrolífera norueguesa? LAÉRCIO ZANINI

  18. Adilson disse:

    Boa medida... Mas é inegável, os parlamentares só fazem algo, quando pressionados.

  19. Sackful disse:

    Redução de até 10%? Ele quer ficar com 40%? As usinas vendem o litro de etanol para as distribuidoras por menos da metade do que os postos cobram... Tem alguém errando nas contas...

    1. Quem esta errando a conta é a tal Carga Tributaria provavelmente estes 40% é de ICMS, PIS, Cofins, IR e CS. Lembrando que a carga tributaria dos combustíveis é uma das mais altas.

  20. Alerta ! disse:

    Aí tem! Atenção com isso. O Brasil é uma arapuca com grupelhos politiqueiros querendo virar o barco. No meio do barco está o povo (sem rumo).

  21. José Antonio Debon disse:

    Pode até funcionar em locais próximos das usinas de álcool.

  22. Augusto disse:

    Desde que todas os requisitos ambientais, de controle e garantia do produto, de armazenamento e distribuição, etc, todas as regras que as distribuidoras tem que seguir também sejam aplicadas e fiscalizadas não vejo problemas, caso contrário é populismo inconsequente.

  23. Cubano disse:

    Mais do que 10%, ele so esta calculando o preço oficial. Os caroços do angu, também vão desaparecer.

  24. disse:

    Aprovado, muito bom projeto. Temos que combater os aproveitadores e visar sempre o menor custo para os consumidores e o barateamento para trabalhadores e empreendedores. FORA PTROBRAS! FORA PARENTE TUCANALHA! PRIVATIZAÇÃO JÁ!

  25. Augusto disse:

    Meu Deus do Céu, isso ainda não é assim????? As usinas são proibidas de vender diretamente para os postos?????? Não, não, esse país não tem jeito...

  26. libertem as amarras disse:

    Enquanto não entenderem que um estado mínimo e enxuto é o caminho, viveremos afundados na lama. Foi chocante ouvir falar de preço mínimo para fretes, caminho inverso de qualquer lógica quando se devia estimular livre acordo entre as partes de um contrato. Privatizem tudo e abram o mercado para a livre concorrência que todos ganham.

  27. Dalila disse:

    Quebrar o monopólio de refino da Petrobrás.

  28. Delcinir disse:

    Foi o que sempre questionei, por o etano tem passar pela petrobras e pela distribuidora,para depois chegar ao posto. Porque não da destilaria para o posto.

  29. Eu disse:

    Não dá nem para saber porque não é assim, né?

  30. zen disse:

    Pra quem não sabe, são 27% de álcool na gasolina, e ele é mais caro que a gasolina!

  31. Torcicolo disse:

    Aí usuneiros de alcool ficarão contentes, por que os estados não tem estrutura para fiscalizar esse pessoal. Vai ser sonegação que não acaba mais. Não sejamos inocentes, empresário no brasil é sonegador. Se não, não existiria caixa 2. O o tal caixa 2 levou o brasil a essa situação atual, com 30% de caixinha estabelecida pelo PT;

  32. ALMA HONESTA disse:

    Ficaria quase 20% mais barato. Estr comportamento empresarial só acontece em países atra$ados , onde os INTERE$$ES falam mais alto. Br país de oportunidade$ (só para alguns) Obs: PRIVATIZA TUDO. POLÍTICOS NÃO PODEM GERIR RECURSOS, PRINCIPALMENTE RECURSOS DOS OITROS...

  33. q disse:

    Eu, além disso, permitiria a importação de gasolina via navios, vindo da Arábia Saudita, seja de onde for. Vai ver que a Petrobras reduz custos bem rapidinho, e os pelegos ficam bem quietinhos. País com economia fechada é isso. Quero ver encostando um superpetroleiro ali em Santos cheio de gasolina pra ver. Vai ver o que acontece com os pelegos.

    1. Exatamente! Acabem com esse monopólio de m... que se dane se o setor petroleiro fará greve amanhã, contanto que outros fornecedores tragam o material, podem entrar em greve até morrer de fome. Não pode mais é parar o país por isso. Ser refém deles é um saco! Esse governo é muito incompetente mesmo.

  34. willian disse:

    Deputado, é preciso divulgar com ênfase nisso aí, para que a população mais desinformada, tome conhecimento e apoie esta iniciativa. Isto realmente deveria ser assim, não precisa da intermediação da Petrobrás, etanol não é petróleo, não tem por quê?!

  35. q disse:

    Vê como é. Nem isso eu sabia que existia. Até ali eles chupam. (e nenhum vagab.undo especialista e jornalista pra explicar todas essa coisas pra população.

    1. Ignorância nossa. O arranjo da Petrobras com o diesel e gasolina para acompanhar o mercado internacional foi feito em abril de 2017. Não temos mais jornalistas independentes. Ninguém repercute com questionamentos sérios. Hoje temos boners , fatimas e leitões etc O álcool está com distribuição há muito , desde gestão Dilmanta. Justiça seja feita , Claudio Humberto em seu site sempre chamou atenção para o etanol!

  36. Fernando Temer disse:

    Finalmente alguma proposta sensata.. claro que não sera aprovada