Deputado propõe prisão para quem divulgar 'fake news'

Telegram

Está em tramitação no Congresso um conjunto de projetos para tipificar quem cria ou dissemina notícias falsas na internet, informa a Coluna do Estadão.

“Das 12 propostas que tramitam na Câmara e no Senado, dez chegaram ao longo de 2017 e 2018. A maioria qualifica como crime a divulgação das fake news.

Em uma delas, o deputado Francisco Floriano (DEM-RJ) vai além e propõe reclusão de dois a seis anos, além de multa, para quem ‘divulgar fatos inverídicos sobre partidos ou candidatos’. A punição é maior que a de homicídio culposo, que prevê detenção de um a três anos.

Em seu projeto, Floriano agrava a pena para quatro a oito anos de reclusão se o conteúdo falso for divulgado em ‘imprensa, rádio ou televisão’.”

Para o deputado, a vida humana é menos importante que a sua reputação?

A propósito: qual será a pena para partidos ou candidatos que mentirem sobre jornalistas e veículos de comunicação?

São só duas perguntas.

Comentários

  • UMA -

    Infelizmente, este blog daqui é um local onde, um petralha contratado pelos antas, faz mais de 90% de todos os comentários. Ele se utiliza de mais de 1.200 nicks. Portanto esta é uma área contaminada e viciada. Observem que, só com posts sobre o Bolsonaro, cresce o número de comentários e muito, porque vcs Bolsonaristas ainda vem por aqui. Mas digo que é perda de tempo, porque vcs “dialogam” somente com esse merda petralha. Lucas Silva é o nome do infeliz . O Rei da Mentira, das asneiras e fofocas. O resto dos posts não chegam nem a 30% de comentários, até porque o infeliz não fala mal ou não tem estômago para falar mal dos ídolos petralhas dele. Não percam tempo por aqui. Não irá acrescentar nada a causa de vocês. A última dele são diversos nicks de falso Bolsonaristas.

  • Cezarorgânicos -

    Num país onde não se consegue prender o maior ladrão corrupto que existe...

  • Luladrãonarizinhonacadeia -

    Qual será a pena para o vagabundo que diz: Este Triplex não é meu! Ou: Este sítio não é meu?

Ler 157 comentários