Deputado quer multa de até R$ 1 milhão para 'erros grosseiros' em pesquisas

Deputado quer multa de até R$ 1 milhão para erros grosseiros em pesquisas
Foto: Antonio Augusto/ASCOM/TSE

O deputado federal Rubens Bueno (Cidadania) disse hoje que “erros grosseiros” dos institutos de pesquisa nas eleições poderiam estar sendo evitados se a Câmara aprovasse um projeto de sua autoria que prevê punição às empresas.

Pela proposta, que já passou pelas comissões e aguarda ser pautada no plenário, os institutos que, na véspera do pleito, divulgarem pesquisas com resultados completamente divergentes do verificado nas urnas — acima da margem de erro — poderiam pagar multa de até R$ 1 milhão.

“Queremos impedir fraudes e erros crassos que influenciam diretamente o resultado das eleições. Com a multa pesada para os institutos e a possibilidade de cassação de candidatos, as empresas certamente terão mais cuidado na divulgação de pesquisas.”

O projeto também estabelece que “a existência de vínculo formal de partido político ou de coligação com a entidade ou a empresa responsável pela divulgação de pesquisa fraudulenta, no período de um ano antes da eleição, pode resultar na cassação do registro ou do diploma” do candidato beneficiário.

Leia mais: Deputados federais custam R$ 189 mil por mês aos pagadores de impostos; senadores, ainda mais
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO