Deputado se queixa de tornozeleira em Flordelis

O deputado Cezinha de Madureira (PSD), primeiro-vice-presidente do Conselho de Ética da Câmara, disse a O Antagonista que ele e os demais integrantes do colegiado estão “chateados” com Rodrigo Maia.

O presidente da Câmara ainda não se posicionou sobre a retomada dos trabalhos do Conselho de Ética, que precisa, por exemplo, resolver o caso da deputada Flordelis (PSD), mandante do assassinato do próprio marido, segundo a conclusão das investigações policiais no Rio de Janeiro.

“Estamos chateados com o presidente da Câmara. A cobrança é diária e ele [Rodrigo Maia] não se posiciona.”

O parecer do corregedor da Câmara, deputado Paulo Bengtson (PTB), pela cassação de Flordelis, foi entregue a Maia 22 dias atrás. Para o rito seguir, o presidente precisa enviar o caso para o Conselho de Ética, que dará o seu aval antes da votação em plenário.

Madureira também se queixou do fato de Rodrigo Maia não ter se posicionado quando da decisão judicial de colocar tornelezeira eletrônica em Flordelis.

“Ele não se posicionou e isso é um desrespeito com o Parlamento. O deputado Rodrigo Maia sempre se posicionou como alguém que defende o Parlamento. Independentemente do possível crime cometido pela deputada, acho que o Parlamento teria que se pronunciar contra colocar a tornozeleira eletrônica nela, porque não pode, pela lei.”

Leia mais sobre o que já disse o primeiro vice-presidente do Conselho de Ética sobre o caso.

Leia mais: Combo Crusoé e O Antagonista+: comece a ler por apenas R$ 1,90
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 41 comentários
TOPO