Deputado tucano na secretaria da Previdência

Paulo Guedes deve indicar nos próximos dias o deputado Rogério Marinho — relator da reforma trabalhista na Câmara — para comandar a área de Previdência Social, diz o Estadão.

Segundo o jornal, uma secretaria especial deverá ser criada para ficar sob a direção de Marinho.

“O desenho não está fechado, mas fontes informaram que Guedes quer passar com a escolha de Marinho uma mensagem importante de reforço na reforma da Previdência que pode ajudar na negociação com o Parlamento”.

O que Bolsonaro vai fazer com a economia? É hora de você se informar bem AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler comentários
  1. Massaaki disse:

    Embaixo da mesma estrutura supõe-se que haverá economia de recursos; mas mais que isso sinergia e ganhos de eficiência, esperamos!

  2. EDSONCLAROMEDEIROS disse:

    É isso aí. Se o Partido reclamar ou ameaçar, então é só pedir a DESFILIAÇÃO e se FILIAR ao PSL e pronto, viu?

  3. Evans disse:

    O PSDB exigiu desfiliacao dos que quiserem participar do governo Bolsonaro. E agora Doria?

  4. José disse:

    INSS só pra quem já aposentou ou falta menos de 5 anos. Acaba pro resto e acaba com a CLT e FGTS .

    1. ... tico-tico no fubá: o INSS para quem já aposentou ou falta menos de 5 anos, deverá ter alíquota integral. Foco nos procuradores, marajás do Legislativo e do Judiciário, inclusive juízes.