ACESSE

Deputado vai à polícia após Marcelo D2 defender 'suástica na testa' da 'direita liberal'

Telegram

O deputado estadual Márcio Gualberto (PSL) decidiu acionar a polícia contra o cantor Marcelo D2 por incitação ao crime.

A queixa foi registrada na 34ª DP (Bangu) após o artista postar no seu perfil no Twitter defendendo que fosse feita uma tatuagem de suástica (principal símbolo pelo qual o nazismo ficou conhecido) na testa de pessoas que se identificam como sendo de “direita liberal”.

Segundo O Globo, no registro, Gualberto destaca a presença do artista nas redes sociais e sua influência diante do público.

A publicação –depois apagada por D2– teve mais de 1.200 compartilhamentos e 11 mil curtidas.

A NOVA CHANCE DO '02' NA GUERRA DA COMUNICAÇÃO. Saiba mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 172 comentários