Deputados abrem brecha para indicações políticas nas estatais

Deputados aprovaram ontem uma proposta que, na prática, abre uma brecha para liberar as indicações políticas para conselhos de administração das empresas estatais, registra o G1.

Um destaque apresentado pelo PR retirou da Lei de Responsabilidade das Estatais o veto de que seja indicada para essas empresas “pessoa que atuou, nos últimos 36 (trinta e seis) meses, como participante de estrutura decisória de partido político ou em trabalho vinculado a organização, estruturação e realização de campanha eleitoral”.

O texto ainda retira da lei, de 2016, a proibição de que sejam indicados para esses cargos parentes até o terceiro grau de autoridades como ministros, secretários de estado e municípios, dirigente de partido político, vereadores, deputados estaduais e distritais, deputados federais e senadores.

“A proposta foi aprovada de forma simbólica na comissão especial que discute novas regras para as agências reguladoras e pode seguir diretamente para o Senado se não houver recurso pedindo que seja analisado pelo plenário da Câmara.”

Está aberta a brecha para um novo petrolão.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 36 comentários
  1. Sempre haverá um vagabundo ou um bando deles, vestidos de representantes do parlamento, para arruinar o país. Depois há quem ainda defenda a existência de empresas estatais.

  2. Ao apagar das luzes esse congresso que não representa o povo e sim seus interesses, como ficou bem claro no destaque apresentado, ainda conspiraram e muito para aprovarem verdadeiros afronta ao povo brasileiro.

    2018 não reeleja nenhum político atual, só assim irão começar a ter medo do povo

  3. Taí gente, é o partido do Valdemar e do Mágnum Malta, o ex-noivo do Bolsonaro; esse possível governo será de altíssima moralidade; lembrei-me daquela musiquinha, “faz-me rir o que andas dizendo”.
    Sabe de quem é o governo que instituiu a “lei de responsabilidade fiscal”??? Sabem de quemmmmm???

  4. Isso é nojento!!!
    Os nomes desses cretinos têm que vir à tona escancaradamente para que não sejam reeleitos. Se eles acham que podem contra o país, vão ver o nosso potencial. Nós, os bons, somos muitos e mais fortes.
    Vão se catar, bandidos!!!!

  5. BOLSONARO E FILHOS (Eduardo, Flavio e Carlos),
    MAIA E FILHO (Rodrigo),
    MOREIRA FRANCO E FILHO (Pedro),
    CABRAL E FILHO (Marco),
    SARNEY E FILHOS (Roseana, Fernando e Sarney),
    RENAN E FILHO (Renan),
    GARIBALDI E FILHO (Valter),
    AGRIPINO E FILHO (Felipe),
    JADER E FILHO (Helder),
    LOBÃO E FILHO (Lobão)

  6. É por isso q esses fdps são contra privatizações, os únicos q saem perdendo são eles … e o povo imbecilizado cai nesse papo furado de “estrategia”, o petroleo é nosso e bla bla bla …

    Quanto mais estatal, mais corrupção e mais o povo toma.

  7. EIS PORQUÊ AS ESTATAIS SÃO INEFICIENTES!!!
    Depois quem paga o pato são os funcionários de carreira que são chamados de INCOMPETENTES!!!
    Ninguém nem imagina o que está acontecendo no SETOR ELÉTRICO!!! A mídia não tem coragem de vir fazer uma matéria e ver como os petralhas fizeram com o SETOR.

  8. Corja de vagabundos!
    Política para essa cachorrada é indicar cúmplices para saquear o Estado em tudo o que for possível, quando eles mesmos não roubam com as próprias mãos imundas.
    Não reelejam ninguém!!!

    Não reelejam ninguém!!!

  9. Entenderam agora porque NÃO devem existir Estatais no Brasil?? Todas devem ser privatizadas e a Inúteis, extintas. A CLASSE política não é confiável e os DONOS de partido, como o Valdemar Costa Neto, que é DONO do PR, não dão espaço para que surgem boas lideranças.
    Tem que PRIVATIZAR.