Deputados estaduais querem tirar Witzel do Palácio das Laranjeiras

O deputado estadual Anderson Moraes (PSL) conseguiu 25 assinaturas para pedir urgência na votação de um projeto que transforma o Palácio Laranjeiras em centro cultural.

Com isso, Wilson Witzel (PSC), governador afastado, teria que deixar a residência oficial.

O “projeto de despejo”, como está sendo chamado na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), foi protocolado hoje.

“É um gasto injustificável e um abuso um governador afastado continuar morando lá. É um palácio histórico, que tem tido seu valor depreciado pelos últimos acontecimentos. Nada mais justo que o Laranjeiras seja destinado para fins culturais e Witzel volte para sua casa do Grajaú, onde disse que moraria após eleito”, argumentou o deputado estadual.

No mês passado, o deputado federal Otoni de Paula (PSC) questionou o STJ sobre a permanência de Witzel no palácio.

“Mantê-lo no palácio, com todas as regalias, é uma afronta ao cidadão que já percebeu que ele integra a quadrilha que saqueou o Rio de Janeiro”, disse Otoni.

Leia mais: Bolsonaro, a ala anti-Lava Jato do STF e o Centrão juntos para manter tudo como está
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 7 comentários
TOPO