Desembargador acusado de corrupção pede ao STF para voltar ao cargo

Desembargador acusado de corrupção pede ao STF para voltar ao cargo
Foto: Divulgação/TJRJ

Afastado desde abril, o desembargador Mário Guimarães Neto, do TJ do Rio, pediu ao Supremo para voltar ao cargo.

Ele é acusado de corrupção, lavagem e evasão de divisas por suposto recebimento de propina do setor de transportes do Rio.

No mês passado, o STJ prorrogou o afastamento por mais um ano. O novo pedido foi encaminhado a Celso de Mello.

Lélis Teixeira, ex-presidente da Fetranspor, disse ter pago ao desembargador R$ 6 milhões. A PGR diz que ele .teria enviado para o exterior ao menos R$ 9,2 milhões

Leia mais: EXCLUSIVO: A APURAÇÃO SOBRE A LIGAÇÃO DO MINISTRO DIAS TOFFOLI COM A ODEBRECHT E A OAS
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 14 comentários
TOPO