ACESSE

Desembargador do TRF-4 nega o próprio afastamento de julgamento de recurso de Lula

Telegram

João Pedro Gebran Neto, o relator da Lava Jato na Oitava Turma do TRF-4, negou o seu próprio afastamento do julgamento do recurso de Lula no processo do sítio de Atibaia, informa o G1 PR.

A defesa do petista havia pedido que Gebran se declarasse impedido por “parcialidade”, alegando que o desembargador mantém amizade com Sergio Moro.

“A construção defensiva é bastante criativa, mas não é nova”, respondeu Gebran. “Não se declara a suspeição de magistrado simplesmente por discordar dos fundamentos de suas decisões, quando inexistente viés jurídico ou fático com a nítida intenção de prejudicar o réu.”

MORO PERDEU UMA BATALHA EM BRASÍLIA. PERDERÁ A GUERRA? Leia mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 77 comentários