ACESSE

Urgente: desembargador manda prender Queiroz, mas já passou das 18h

Telegram

O desembargador Milton Fernandes, do Tribunal de Justiça do Rio, mandou expedir dois mandados de prisão, para levar de volta à cadeia Fabrício Queiroz e Márcia Aguiar.

O problema é que, após as 18h, os policiais ou oficiais de Justiça não podem entrar no apartamento sem autorização do casal. Neste caso, a prisão só poderia ser executada na manhã deste sábado.

Segundo o TJ-RJ, os mandados serão cumpridos por oficiais de Justiça do Núcleo de Juízes Auxiliares da Corregedoria Geral do tribunal.

O despacho de Milton Fernandes diz que Queiroz não pode ser levado para o Batalhão Especial Prisional. Em junho, ao decretar a prisão preventiva, o juiz Flávio Itabaiana afirmou que ele poderia ter tratamento privilegiado no local — ex-PM, Queiroz teria contatos lá dentro.

Enquanto isso, a defesa aguarda decisão de Gilmar Mendes, que tem sobre a mesa um habeas corpus apresentado no domingo com pedido de liminar reforçado hoje.

Ontem, o ministro do STJ Félix Fischer revogou a prisão domiciliar concedida em julho pelo presidente do tribunal, João Otávio de Noronha.

O comunicado, no entanto, só chegou ao gabinete de Milton Fernandes no fim da tarde.

Leia mais: Foro privilegiado: o STF dividido de novo

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 107 comentários