ACESSE

Paulo Guedes ganha tempo na Greenfield

Telegram

O desembargador Ney Bello, do TRF-1, suspendeu o depoimento de Paulo Guedes na Operação Greenfield, que investiga fraudes nos aportes de fundos de pensão no mercado financeiro.

O magistrado determinou que o Ministério Público Federal dê ao ministro prévio acesso às investigações antes do interrogatório. Investigado no caso, Guedes havia sido intimado a responder por escrito em até 15 dias.

Na decisão, Ney Bello disse que o o ministro tem direito de saber o que pesa contra ele. “O acesso ao inquérito deve ser livre e amplo, vez que não se admitem investigações à socapa ou à sorrelfa, contra quem quer que seja.”

 

É a segunda vez que a Justiça adia o depoimento, por falta de acesso às investigações.

Leia também: O temor da cassação no Planalto

Comentários

  • DECINVAL -

    Isso aqui ficou tóxico. Fui.

  • Severino -

    Uma alma sebosa que só pensa em dinheiro, o Deus dele é dinheiro. Anda sumido, está entocado. Um rato.

  • MILA -

    ROUBAR FUNDOS DE PENSÃO É COM PAULO GUEDES

Ler 24 comentários