“Desmame de subsídios não pode ser radical”, diz Tereza Cristina

Em meio à tensão dos produtores com o risco de corte pela equipe econômica da oferta de crédito com taxas subsidiadas pelo Tesouro Nacional, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, alerta que um “desmame” radical dos subsídios pode desarrumar o agronegócio, que responde por 20% do PIB, registra o Estadão.

“Vamos quebrar a Agricultura? É esse o propósito? Tenho certeza que não é”, disse a ministra. “Não pode criar um pânico no campo: acabou o dinheiro! Não é assim.”

A tensão entre os produtores cresceu depois que o presidente do Banco do Brasil, Rubens Novaes, afirmou ao jornal que o “grosso da atividade rural” pode se financiar com as taxas de mercado.

Paulo Guedes também avisou no Fórum Econômico Mundial de Davos que pretende cortar esse ano US$ 10 bilhões da conta de todos os subsídios do Tesouro em 2019.

Tereza disse que o governo desenha um novo modelo de financiamento do setor agrícola, mas assegurou que nada será feito de forma unilateral pela área econômica:

“Temos que ter muito cuidado porque estamos falando de 20% do PIB, que é o agronegócio que faz. Como é que isso vai se dar? Em quanto tempo isso vai acontecer? É uma medida radical? Eu brinco até que é um desmame. Você pode fazer o desmame radical e o controlado. Ainda está muito no campo das nossas ideias de lá e de cá. As nossas equipes estão sentando agora para discutir.”

Olavo de Carvalho, o “guru” de bolsonarismo, atacou os generais que compõem o núcleo duro do governo em seu canal do YouTube. Acompanhe aqui!

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. João disse:

    Posso até concordar com o protecionismo muito específicos de produtos agrícolas, nunca com o subsídio. Dinheiro público é sagrado. Não é para ficar sendo distribuídos ao bel prazer dos polít

Ler comentários
  1. DireitaMassiva disse:

    Melhor que subsídio para o agricutor, industrial, comerciante ou prestador de serviços é a redução ou a eliminação de impostos. isto é, REFORMA TRIBUTÁRIA!!

  2. Massaaki disse:

    Desmame rápido. É um setor muito competente. O agro é forte. O importante é que é uma postura geral, política justa e liberal, horizontal. Nenhum setor com subsídios, sem privilégio a ninguém

    1. E preço justo, né amigo? Um litro de leite a menos de 1 real não dá pra produzir.

  3. Impostoehroubo disse:

    ESTADO DE BEM ESTAR EMPRESARIAL. kkk Não adianta, trocou-se um governo inchado e ineficiente de ESQUERDA por um governo inchado e ineficiente de DIREITA.

  4. José disse:

    o Chefe do BB está certíssimo...quem não sabe administrar tem que fali...ou vender pra quem sabe...Quem não sabe adminstrar uma fazenda sem dinheiro público deveria , como eu,trabalhar em outra c

    1. O Chefe do BB é aquele que nomeou o filho de Mourão aspone, triplicando o salário dele, pra se firmar no cargo. Hum!! Entendi.

  5. Chris disse:

    Todos os setores terão que fazer sua parte, minha senhora.

  6. Osvaldo disse:

    Ministra se for pra fazer lobby para agricultores pega seu chapéu e se manda. Tem que cuidar é do povo o restante todos já sabem...

  7. Ferreti disse:

    Tia, um mega plantador de soja não pode ter uma teta que lhe dê subsídios pois tem bala na agulha pra investir no próprio negócio, mas eles querem aplicar sua grana e viver de juros camaradas.

  8. Protagonista disse:

    Tem que acabar com todas boquinhas. senao vira pt. Como ferrar o trabalhador na previdência e engordar lucros de bancos, indústria e latifúndio?

  9. IAlexandre disse:

    triste ver que subsídios são sempre para os mesmos, honestamente acho que não deveria ser para ninguém e que cada um deve saber gerir o negócio com próprios recursos mas no Brasil rege o amigo d

  10. Danilo disse:

    Querem continuar a mamar nas tetas da União. O Estado está falido. O meu pai é produtor rural no nordeste e NUNCA precisou de um real de subsídios. O que ele e todos precisam é de infraestrutura.

    1. Vamos acabar com o bolsa família e por consequência com o Nordeste.

    2. Logo o Nordeste que vive agarrado nas tetas do governo, em todas as áreas?

    3. Sou pequeno produtor rural e não tiro leite. Por quê? Porque não vou pagar pra trabalhar. Certo, biscoito?

    4. E preço justo né meu caro! No plano real a cerveja custava R$ 1,00. Hoje custa R$ 6,00 até R$ 11,00 em alguns lugares. O litro de leite não custa nem R$ 1,00 em muitos lugares. E aí?

  11. Thiago disse:

    Agricultor que mamar nas tetas do Estado pra sempre. Que se ferrem. Que abram espaço para concorrência estrangeira. Quero beber leite neozelandês.

  12. Antonio disse:

    Subsídios são uma imbecilidade, não sou obrigado a pagar o xuxu dos outros.

  13. ribeiro.js@hotmail.c disse:

    Se eles tem subsídio, eu também tenho direito. Chega de financiar o incompetente.

  14. LUIGI disse:

    Ou seja, querem mexer na previdência (povo) para continuarem dando grana para grandes empresários e bancos. Muito justo.

  15. CARLOS disse:

    A atividade agrícola deixou de ser rentável desde FHC.

  16. CARLOS disse:

    Se deixarem os preços serem condizentes com os custos, tudo bem, mas acontece que os preços sã~jogados pra baixo para controlar a inflação. Não somos nós que colocamos o preço.

    1. Isso, desde que o pequeno possa praticar o preço justo, pode cortar subsídio, à vontade.

  17. Carlos disse:

    Essa essa ex psb, aliada do pt, vai aprontar. Fala como se fosse presidente.

  18. Luiz disse:

    Montei minha pequena empresa e ninguém apareceu para ajudar...esses caras vão ver como é sofrido a realidade dos pequenos empresários com os juros e taxas dos bancos brasileiros

  19. LUIZ disse:

    Sabem como é não? "Farinha pouca meu pirão primeiro" ou "deixa eu puxar a brasa para minha sardinha."

  20. João disse:

    A dívida pública federal está chegando aos R$ 4 trilhões e ainda ficam distribuindo dinheiro a fazendeiro para os mesmos ficarem desfilando com suas Hilux. Os lucros eles não dividem, só os cust

  21. Celso disse:

    Papo da Ministra. Quer proteger seu nicho. Sem exceção. É intolerável subsidio com imposto sobre a comida. Competência no lugar de subsidio.

  22. Reaça disse:

    Com uma manchete distorcida como esta a imprensa quer credibilidade e acredita que AINDA forma opinião... afff

  23. Marcelo disse:

    Pode. Classe média não vão ser sacrificada? Porque agro, juizes, politicos, banqueiros, bolsa terrorista, bolsa presidiario, bolsa indio, favelado, miserável, sem terra, jornalista, ong não se

  24. ANALITICO👀 disse:

    A agricultura está não mão de grandes investidores, para que o subsídio? Tem.que cortar, pois ganharam fortunas, e ainda querem mais? Aqui tá uma teta este Brasil, precisa de mudança radical....

  25. O disse:

    Temos que acabar com a cultura da exportação de grãos. As florestas e natureza são o maior patrimônio. Incentivo deve ser para reflorestar e limpeza de rios. Proíba uso de rios como privada!

  26. JOSÉ disse:

    Tem que se diferenciar os maiores produtores e a maior parte dos produtores.

  27. HomoErectus disse:

    Os liberais brasileiros são estúpidos. Aliás, todo liberal é estúpido de pai e mãe! O mundo inteiro é protecionista naquilo em que é menos competitivo. Todos subsidiam o agro, a indústria, tu

  28. HomoErectus disse:

    A equipe econômica desse governo só tem um objetivo: fortalecer o Itaú e o Bradesco.

  29. Apolinário disse:

    Difícil desmamar essa gente das tetas gordas de nossa pobre Nação.

  30. Mauricio disse:

    Ela está certa. O desmame tem de ser feito com cuidado para não acabar com o setor. Porém há muita mamata. Sei de casos de empréstimos subsidiados que nunca são pagos e por aí vai.

  31. GUSTAVO disse:

    o grande agronegócio não precisa de subsidio, e sendo que ele responde por mais da metade tranquilamente, tem cortar mesmo

  32. Lucas disse:

    Subsídio é política socialista, a senhora Tereza Cristina parece que precisa de um toque do atual ministro da economia, e não dos pecuaristas

  33. Lucas disse:

    Subsídio é política socialista, a senhora Tereza Cristina parece que precisa de um toque do atual ministro da economia, e não dos pecuaristas

  34. Joseluiz disse:

    Tem muita gente que só está lá pra mamar mesmo. Tem que separar o joio do trigo. Corta o mal pela raiz e depois reinclui os que merecem.

  35. Geovani disse:

    Por que seria ruim receber um produto importado mais barato? Por que continuar pagando por um produto brasileiro mais caro? Superproteção só leva à dependência estatal.

    1. |Os Estados Unidos e a União Européia concedem subsídio ao produtor rural idiota!

  36. Helliton disse:

    A agricultura não irá morrer. Aliás só no Brasil campo dá dinheiro, na Europa e EUA quem está no campo já é conhecido por ser pobre. Perder alguns subsídios para quem gasta 15.000R$ em uma fe

  37. Ernesto disse:

    Ela tem razão. Nesta arena internacional o mais bobo dá nó em pingo dágua. Todo mundo dá subsídio. Todo mundo cria barreiras. Nós não podemos ir a festa vestido de nádegas em festa de pênis!

  38. Jorge disse:

    Creio que corte nos subsídios, não necessariamente afetarão os negócios. Corte pode significar critério de gestão, vedando concessões de empréstimos fraudulentos de desvio de finalidades.

    1. Lembre-se saco vazio não pará em pé. Os roubos não têm acontecido no agronegócio.