Desolação na ANPR com Aras

Telegram

A Associação Nacional dos Procuradores da República lamentou, em nota, o novo parecer de Augusto Aras favorável ao inquérito inconstitucional aberto por Dias Toffoli no Supremo.

Contrariando a antecessora Raquel Dodge, o procurador-geral sequer reconheceu a legitimidade da entidade para ingressar com a ação para proteger seus membros das investigações.

No texto, repetiu os argumentos contra o inquérito (abrangência para fora do STF, exclusão do Ministério Público, investigados sem foro no STF e escolha a dedo do relator) e lembrou das medidas nefastas de Alexandre de Moraes (censura à Crusoé, intimidação de cidadãos nas redes, afastamento de auditores e suspensão de fiscalizações na Receita).

“Qualquer decisão decorrente do inquérito em pauta coloca em xeque a isenção e a imparcialidade do Poder Judiciário e produzirá, inquestionavelmente, provas nulas, que não poderão ser aproveitadas em qualquer processo”, avisou a entidade, ao pedir o encerramento do inquérito.

Comentários

  • marcia -

    Toffe, SEM notório saber jurídico,convenceu seu delegado Alex a fazer o serviço"sujo" por ele.Pq este obedeceu é a pergunta q não quer calar,mesmo com censura à imprensa por parte de ambos!

  • Leonardo -

    Péssima escolha. estamos ferrados com esse Aras........

  • Nina -

    Quanto tempo já se passou desde que Aras fez esse posicionamento?

Ler 20 comentários