Deus: modo de usar

Deus voltou a estar presente — ou onipresente — na política brasileira.

O slogan de Jair Bolsonaro fala em Deus. A eventual transferência da embaixada brasileira em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém é para agradar evangélicos. O futuro chanceler é um defensor dos valores cristãos. E por aí vai.

Deus é o assunto de Mario Sabino na Crusoé desta semana:

 

Deus: use com moderação

Comentários

  • ANTONIO -

    Muito antes de existir Brasil, quiçá protestantismo cristão, Jerusalém já fazia parte das terras judias. Está na Bíblia, como registro histórico, já o Corão nem sequer cita. Estudem!

  • Claudia -

    "Diz o tolo em seu coracao: "Deus nao existe." (Salmos 14:1)

  • Paulo -

    A transferência da Embaixada não é para agradar evangélicos e sim para agradar a Deus e aceitar a soberania de Israel assim como eles aceitam a nossa e aceitam Brasília como a nossa capital.

Ler 195 comentários