DF aciona Justiça para governo explicar nomes omitidos de lista do HFA

DF aciona Justiça para governo explicar nomes omitidos de lista do HFA
Brasilia 16/03/2020 - Foto: Adriano Machado/CRUSOE Presidente Jair Bolsonaro saindo do ministerio da economia apos reuniao com ministro Paulo Guedes

A Procuradoria-Geral do DF acionou a Justiça para que o governo federal esclareça se omitiu nomes de pessoas diagnosticadas pelo Hospital das Forças Armadas (HFA) com Covid-19.

O HFA encaminhou ao Governo do DF uma lista com 17 infectados pelo vírus, mas duas pessoas não tiveram os nomes revelados.

Jair Bolsonaro foi uma das autoridades que fizeram exame no hospital. Apesar de afirmar nas redes sociais que o teste deu negativo, o presidente reluta em divulgar o laudo do exame. O nome dele não está entre os 15 mencionados pelo HFA.

A entrega da lista com os infectados ocorreu após decisão judicial. No dia 20 de março, a juíza Raquel Chiarelli, da Justiça do DF, determinou que o HFA apresentasse os nomes dos contaminados ao governo local, por considerar “fundamental para a definição de políticas públicas para o enfrentamento urgente e inadiável da pandemia”.

Leia também: Coronavírus: o vírus da desglobalização.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO