Dia da vergonha

Hoje, foi dia de o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, passar vergonha. Ele esteve no Departamento de Justiça americano e no FBI, em Washington, para falar sobre o processo do Petrolão. Ainda terá de ir também à Sec. Hoje, foi dia de nós passarmos vergonha. A ação coletiva que corre nos Estados Unidos incorporou nove grandes fundos de investimento. Juntos, eles reclamam um ressarcimento de 450 milhões de dólares da Petrobras, quantia que alegam ter perdido com a corrupção na empresa brasileira.

A lambança do PT tem preço; o vexame que ela nos causa não tem preço.