Diálogo sugere que Baiano copiou delação de Cerveró

Na conversa gravada por Bernardo Cerveró, comenta-se que haveria um acordo entre Nestor Cerveró, Eduardo Musa, Fernando Baiano e Jorge Zelada, mas que Musa acabou rompendo o acerto ao firmar antes de todos um acordo de delação premiada.

Não fica claro exatamente que acordo seria esse. O diálogo, porém, sugere algo mais grave. Os presentes no encontro comentam que Fernando Baiano teria copiado a delação de Cerveró.

Delcídio Amaral: “O Fernando pegou o material que o Nestor tinha feito?”

Eduardo Ribeiro: “Isso aí.”

Diogo Ferreira: “Quase um control C control V”

Ribeiro: “Exatamente isso.”

Delcídio: “O Nestor sabe disso?”

Bernardo Cerveró: “Sabe, tá meio puto.”

Bernardo depois explica que o advogado Sérgio Riera “atravessou na história quando o assunto ficou difícil” e “numa de ajudar” fez… E o advogado completa a frase: “Fez essa sacanagem para livrar o Fernando”.

O MPF precisa esclarecer essa história para que a credibilidade da Lava Jato não seja abalada. Baiano copiou os termos da delação, isso fez parte de um acordo para ajustar as versões ou ele se apropriou de informações que nunca teve?

Faça o primeiro comentário