As digitais de Renan no Postalis

Como já publicamos, Luís Roberto Barroso autorizou inquérito para apurar o envolvimento de Renan Calheiros em desvios no Postalis, o fundo de pensão dos funcionários dos Correios.

O Antagonista sugere ao ministro, à PGR e à PF que tentem esclarecer se há relação de Renan com a operação que beneficiou Mauro Campos.

Revejam o que publicamos há quase um ano:

Comentários

  • Kalimba -

    Fico triste pelos eleitores desse cidadão. Querem se ver livres mas não conseguem. A fome não deixa. Um bife, um pouco de farinha é o voto. E ainda vêem o cara abraçado com um criminoso condenado e mentiroso. Traidor do povo. Alagoanos, mudem isso aí.

  • Adilio -

    Tá, por que os funcionários e aposentados têm que pagarem a conta, onde estacva a PREVIC Órgão responsável no controle dos Fundos de Pensão? Não seria respobsabilidade do Estsdo cobrir esse rombo já que o crime foi cometido por ele? Mesmo critério deveria ser usado como os de quem recebe a Bolsa Ditadura, ou não? Onde estão os advogados do Postalis?

  • Pedro -

    Em 08/10/2014 o Globo publicou uma matéria com o título. "Contadora diz que Renan Calheiros se reuniu com doleiro para tratar de fundo de pensão". Meire Poza enumera quatro empreendimentos que abasteceram empresa de Youssef; ela também citou contatos dele com ex-ministro Mário Negromonte, Roseana Sarney e assessor de Candido Vacarezza Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil/contadora-diz-que-renan-calheiros-se-reuniu-com-doleiro-para-tratar-de-fundo-de-pensao-14181614#ixzz4r6UieQpg stest

Ler 8 comentários