Dilma contrata ex-assessor exonerado por Temer

Telegram

Dilma Rousseff recrutou o jornalista Mário Marona para auxiliá-la, com salário de 12,4 mil reais, informa a Expresso, da Época.

Marona assessorou a petista após seu afastamento da Presidência e foi exonerado por Michel Temer em setembro do ano passado.

O Antagonista lembra que como ex-presidente, Dilma tem direito a oito servidores, sendo dois assessores, quatro seguranças e dois motoristas, além de dois carros. Todas as despesas são custeadas pela Casa Civil, com recursos do Tesouro Nacional.

 

Comentários

  • RATO -

    Desiquilibrada!

  • analu -

    Beleza! Aqui, o crime compensa, e muuuuuito!

  • De -

    Os que exercem cargo público sujeitam-se ao teto estabelecido para os vencimentos de ministro do STF. A a remuneração indireta do presidente jubilado acrescenta muito ao teto do STF. Dir-se-á que isto nada representa no orçamento da União Federal. Financeiramente, sim, é verdade. Mas significa muito no aspecto simbólico. Há justificativa para um ex-presidente receber tantas regalias? estas vantagens se justificam? Resistem ao princípio constitucional da moralidade? Devemos, nós contribuintes, pagar por essas regalias? http://www.conjur.com.br/2016-set-04/segunda-leitura-regalias-concedidas-ex-presidentes-republica-sao-inaceitaveis

Ler 30 comentários