Dilma não deve pedir desculpas

Obama pediu desculpas por ter esnobado a marcha em Paris. Ele fez bem em reconhecer o erro. Seu eleitorado defende os valores representados pelos cartunistas do Charlie Hebdo. Dilma também esnobou a marcha. No caso dela, porém, não há por que pedir desculpas. Seu eleitorado acha que a responsabilidade pelos massacres em Paris é: 1) dos próprios cartunistas; 2) dos americanos; 3) dos judeus.