Dilma pediu dinheiro, muito dinheiro

Edinho Silva e Giles Azevedo, durante a campanha de 2014, procuraram o presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Azevedo.

Eles queriam dinheiro, muito dinheiro.

Segundo a Veja, “100 milhões de reais a mais do que a quantia que a empreiteira havia combinado doar à campanha de Dilma Rousseff”.

O Antagonista já havia publicado esse número: 100 milhões de reais. E já havia publicado também o nome dos dois arrecadadores presidenciais.

O depoimento de Otávio Azevedo, porém, dá outros detalhes sobre o pagamento.

Ele disse aos dois arrecadadores de Dilma Rousseff que a propina da Petrobras já havia sido repassada. Edinho Silva e Giles Azevedo concordaram com ele, mas explicaram que “isso era outra coisa”.

A Andrade Gutierrez cedeu aos achacadores e acabou pagando 100 milhões de reais de propina suplementar para a campanha presidencial.

Quase tudo no caixa 2.

Faça o primeiro comentário