Dilma quer ainda mais Dilma

Dilma Rousseff chutou Michel Temer do Palácio do Planalto.

Segundo o Estadão, ela já entregou a Giles Azevedo, seu assessor particular, a articulação política do governo. Sua primeira tarefa foi reunir-se com deputados do PP, PMDB, PT e PC do B para tentar blindar o governo nas CPIs do BNDES e dos Fundos de Pensão.

Ao centralizar ainda mais o poder, entregando a articulação política a um de seus capachos, Dilma Rousseff mostra que não entendeu aquilo que todos os brasileiros entenderam: é ela o motivo da crise.