Dimas Covas volta a chamar ButanVac de "vacina 2.0"

Dimas Covas volta a chamar ButanVac de “vacina 2.0”
Reprodução/Governo do Estado de São Paulo/YouTube

O diretor do Butantan, Dimas Covas, voltou a chamar nesta terça (20) a ButanVac de “vacina 2.0”.

“A vacina ButanVac (…)  é uma versão já melhorada em termos de vacina, eu tenho dito que é a vacina 2.0 e que pode ser uma solução para o Brasil e principalmente para os países pobres e de renda média”, disse, em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

Covas voltou a dizer que a ButanVac pode ser produzida a partir de maio.

“Nós finalizamos essa semana junto com o consórcio internacional o protocolo do estudo clínico, isso está em processo de submissão à Anvisa. Esperamos que isso seja rapidamente deferido, porque as dúvidas já estavam sendo discutidas com a Anvisa previamente”, acrescentou o diretor do Butantan.

“A partir de maio teremos condições de produção dessa vacina, vamos produzir um quantitativo em risco, portanto vamos aguardar o resultado dos estudos clínicos para poder utilizar a vacina. A vacina estará produzida num quantiativo apreciável, mas aí nós vamos ter  [de] aguardar os resultados do estudo clínico para poder ter a autorização de uso da Anvisa”.

Leia mais: Enquanto dezenas de países do mundo já iniciaram a vacinação contra a Covid-19, o Brasil patina entre duas vacinas.
Mais notícias
TOPO