ACESSE

Diogo Mainardi: Viagem à Itália

Telegram

Em seu retorno à Crusoé depois de breves férias, Diogo Mainardi conta como foi sua viagem por uma Itália livre de Covid-19 depois de meses de lockdown.

“É uma caipirice instagramar as próprias férias. Nesse caso, além de ser uma caipirice, é também ofensivo, considerando que os brasileiros continuam trancados em casa, com mais de mil mortes diárias. Meu plano não era ofender os brasileiros quarentenados. Ao contrário: meu plano era ofender —era chutar, era esmurrar— nossos governantes homicidas, esfregando-lhes na cara que o lockdown italiano funcionou, e que o Brasil, a esta altura, não deveria ter mil mortes diárias. Mil mortes diárias são o saldo de uma negligência criminosa.”

LEIA AQUI a íntegra da coluna.

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 35 comentários