Dirceu e Sete Brasil. Recursos no exterior?

No indiciamento de José Dirceu, como já dissemos aqui, há claros indícios de negócios seus com a Sete Brasil, a empresa criada pelo PT para intermediar a construção de sondas para o pré-sal.

Nas anotações obtidas pela PF, surge também o nome de “Ferraz”, no caso, João Carlos Ferraz, aquele que pegou propina num momento de fraqueza.

Ferraz assumiu o comando da companhia logo de sua criação. Pelo registro de Dirceu, era preciso saber a posição de Ferraz sobre “como proceder” para enviar a propina ao exterior.

Faça o primeiro comentário