Diretor da Anvisa diz que comitê não viu relação entre vacina e reação adversa

Antonio Barra Torres, diretor-presidente da Anvisa, disse neste sábado que os testes da vacina de Oxford serão retomados porque não foi encontrada relação entre o imunizante e os sintomas adversos de uma voluntária no Reino Unido.

“O que é muito importante é que o comitê independente verificou que não há nexo causal, não foi constatado nexo causal”, afirmou em entrevista à GloboNews.

“Então, essa informação, sem entrar em detalhes, é importante e foi ela realmente que permitiu que os estudos prosseguissem com a maior segurança. Porque não foi constatada nenhuma causalidade entre o que ocorreu e a testagem da vacina.”

Como publicamos mais cedo, a Anvisa aprovou a retomada dos testes no Brasil após receber informações da empresa AstraZeneca, responsável pelo desenvolvimento da vacina em conjunto com a Universidade de Oxford.

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 15 comentários
TOPO