Diretor-geral diz que PF vai monitorar candidaturas laranjas e origem de fake news nas eleições

O diretor-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre de Souza, disse hoje que a corporação tem trabalhado com cruzamento de dados nas eleições deste ano para identificar candidaturas laranjas.

“Temos sistemas que estão cruzando os dados automaticamente e que já nos dão um indicativo das candidaturas laranjas. Através do cruzamento de dados eu tenho a identificação de possíveis laranjas, e assim permitir que a Polícia Federal seja mais assertiva”, afirmou.

Ele participou de evento de lançamento da Operação Integrada Eleições 2020, ao lado do presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, e do ministro da Justiça, André Mendonça.

Segundo o diretor da PF, além das candidaturas laranjas, o foco também será identificar os responsáveis por disseminar fakw news durante o período eleitoral.

“Tem uma parte em tempo real e outra parte que eu só vou conseguir identificar após a votação”, disse. “Os sistemas estão todos otimizados para isso: fake news e candidaturas laranjas, além, claro, de boca de urna”, concluiu.

Leia mais: O Centrão quer dominar sua cidade. Entenda como
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 6 comentários
TOPO