Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Diretor jurídico do Senado pode assumir vaga de Anastasia

Alexandre Silveira foi nomeado por Rodrigo Pacheco e assumiu o comando do PSD em Minas Gerais
Diretor jurídico do Senado pode assumir vaga de Anastasia
Foto: Arquivo Pessoal

Assim que assumiu a Presidência do Senado, em fevereiro deste ano, Rodrigo Pacheco (DEM) nomeou como diretor de assuntos técnicos e jurídicos um amigo há mais de 20 anos: Alexandre Silveira.

Silveira é o primeiro-suplente de Antonio Anastasia (PSD), senador por Minas Gerais, assim como Pacheco. Foi deputado federal por dois mandatos, entre 2007 e 2014; diretor do DNIT no governo Lula; e secretário de Gestão Metropolitana e de Saúde no governo do próprio Anastasia em Minas. Em março deste ano, já no cargo comissionado no Senado, assumiu a diretoria executiva do PSD no estado.

Silveira é cotado para concorrer ao Senado, em 2022, mas ele poderá assumir a vaga de senador antes disso, caso vingue o acordo que está sendo costurado nos bastidores para que o ministro do TCU Raimundo Carreiro antecipe sua aposentadoria e Anastasia fique com a vaga no tribunal de contas.

Silveira trabalhou na campanha de Pacheco ao Senado em 2018. O Antagonista apurou que foi ele também quem fez a ponte entre o amigo senador e Gilberto Kassab, o primeiro a abraçar a candidatura do mineiro ao comando do Senado, depois que o STF barrou a tentativa de reeleição inconstitucional de Davi Alcolumbre. Kassab, inclusive, tenta atrair Pacheco, hoje no DEM, para o seu partido e o enxerga como potencial candidato ao Planalto.

A assessoria do Senado informou que não há vedações legais ou regulamentares para suplentes de senadores exercerem quaisquer cargos públicos”, como o de diretor de assuntos jurídicosAnastasia, por meio de sua assessoria, disse que a nomeação de seu suplente “trata-se de uma escolha da Presidência do Senado Federal”, mas acrescentou que considera Silveira “tecnicamente muito preparado”.

Por telefone, o próprio Silveira afirmou que considera sua nomeação “estritamente técnica”. Ele é técnico em contabilidade, advogado e delegado. Pacheco, por sua vez, disse que o diretor jurídico é “absolutamente apto a desempenhar a função”.

“O ex-deputado federal Alexandre Silveira é um delegado da Polícia Civil de Minas Gerais de carreira, com sólida formação jurídica e reconhecida experiência política. Portanto, absolutamente apto a desempenhar a função de diretor Técnico e Jurídico do Senado”, afirmou o presidente do Senado, em nota.

Cabe à diretoria em questão “estabelecer e manter contato institucional na defesa dos interesses do Senado Federal com os diversos órgãos e instâncias”, incluindo o TCU. O diretor jurídico é também quem peticiona em nome do Senado ou assume representação judicial e/ou administrativa da instituição. Silveira tem acompanhado Pacheco em viagens institucionais.

Leia mais: Guedes e seu ideário foram inteiramente soterrados pelos planos de sobrevivência política do presidente da República e da sua própria reeleição
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO