Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Diretora da Anistia Internacional diz que governo federal poderia ter evitado 120 mil mortes

Segundo Jurema Werneck, as mortes poderiam ter sido evitadas caso o governo federal tivesse investido em testagem e rastreamento
Diretora da Anistia Internacional diz que governo federal poderia ter evitado 120 mil mortes
Reprodução/Tv Senado

A médica Jurema Werneck, diretora da Anistia Internacional e representante do Movimento Alerta, afirmou há pouco na CPI da Covid que pelo menos 120 mil mortes poderiam ter sido evitadas caso o governo federal tivesse investido em testagem e rastreamento dos casos positivos do novo coronavírus.

“Se tivéssemos agido como era preciso, senador, a gente poderia, ainda no primeiro ano de vida, ainda no primeiro ano de história da pandemia entre nós, nas 52 primeiras semanas epidemiológicas, ter salvo 120 mil vidas”, disse a pesquisadora.

“A gente poderia ter salvo pessoas, se uma política efetiva de controle, baseada em ações não farmacológicas, tivesse sido implementada”, prosseguiu.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO